ze_caixao

O Livro Horripilante de Zé do Caixão, Zé do Caixão

Este livro traz uma reunião de contos de terror criados por Zé do Caixão para a molecada. Mas nem só de terror se faz um conto. Atrás de cada susto, vem sempre uma lição a ser aprendida sobre amizade, preconceito, solidariedade e até sobre a origem do próprio medo. As ‘horripilantes’ ilustrações são do francês Laurent Cardon.

edward_tulaneExtraordinária Jornada de Edward Tulane, Kate Dicamillo

Era uma vez uma casa na rua Egito, onde morava um coelho chamado Edward Tulane. O coelho era muito feliz – pertencia a uma menina chamada Abilene, que o tratava com o maior cuidado e o adorava. Mas um dia o coelho se perdeu e foi obrigado a viajar, das profundezas do oceano até a rede de um pescador, do topo de um monte de lixo até a fogueira de um acampamento de mendigos, da cama de uma criança doente até as ruas de Mênfis. Nessa aventura extraordinária, Edward aprendeu a amar, sofreu perdas e voltou a amar.

diariobananaDiário de um Banana – Um Romance em Quadrinhos, Jeff Kinney

Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, em que fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em ‘Diário de um Banana’, Greg nos conta as desventuras de sua vida escolar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de situações que procura resolver de uma maneira muito particular.

loirabanheiroA Loira do Banheiro e Outras Histórias, Heloisa Prieto

São 19 histórias divididas em cinco blocos; ‘Será que é lenda’ traz histórias do folclore urbano, entre elas as assustadoras A Loira do Banheiro e Vovó Maria; ‘Memória do mundo’ apresenta mitos de vários lugares (como O dia em que vi Pégaso nascer, da cultura grega; A longa vida de Merlim,mito inglês dos tempos do Rei Arthur; e A dança da vida, em que uma escrava brasileira do século XIX fala de seu relacionamento com o filho da patroa branca). Outros blocos são ‘Histórias de amor’ (a descoberta do amor entre casais de hoje e de outros tempos), ‘Aventuras contadas por meu pai’ (em que a autora conta episódios da infância de seu pai, nos anos de 1940) e ‘Medos inquietantes’ (histórias delicadas e instigantes que falam de morte, perda, violência, medos imaginários e reais).

livroperigosoO Livro Perigoso para Garotos, Conn Iggulden e Hal Iggulden

Quantos outros livros podem ensinar a construir sua própria casa na árvore, jogar pôquer ou escrever com tinta invisível? ‘O livro perigoso para garotos’, de Conn e Hal Iggulden, resgata brincadeiras antigas, truques, jogos, revela curiosidades sobre o sistema solar, batalhas famosas e histórias de personagens que são exemplos de coragem e bravura. Uma mistura de almanaque, enciclopédia e manual de sobrevivência para meninos, é o primeiro livro de Conn Iggulden escrito em parceria com seu irmão, Hal Iggulden. A obra é uma homenagem dos dois às longas tardes de verão de sua juventude, contendo informações vitais para pais e filhos, e homens de todas as idades. Ao longo da produção do livro, os autores reviveram esses momentos, refazendo todas as etapas das brincadeiras – montaram aviões de papel, lanternas de bolso, fizeram uma roupa à prova de fogo e até construíram uma casa na árvore. Como nas demais edições ao redor do mundo, foram criados alguns novos capítulos para este livro e informações foram adaptadas para o público leitor brasileiro. Entre as novidades, batalhas famosas do Brasil, mapas do Brasil, citações de Machado de Assis e novas histórias de personagens extraordinários – Amyr Klink (O viajante solitário), Santos-Dumont (Uma aventura no céu), Percy Harrison Fawcett (Mistério na selva) e Os irmãos Villas-Bôas (Os irmãos Villas-Bôas e a marcha para o Oeste).